Pesquisar

ALANAC - Notícias do Setor

Fila para vistoria de produtos m├ędicos cai, mas segue longa

20 de Março de 2016

Por: Maria Cristina Frias

A fila para importar produtos médicos caiu 18% nos últimos dois anos, mas continua longa e demorada.

Há 790 pedidos de fábricas estrangeiras que aguardam a inspeção da Anvisa para obter um certificado de boas práticas. Mais da metade foram feitos há mais de dois anos, e 121 são de 2011.

"Os produtos inovadores tardam a chegar. Se nada for feito, estaremos sempre defasados", diz Paulo Henrique Fraccaro, presidente da Abimo, associação da indústria de equipamentos médicos.

Em dezembro de 2015 a Anvisa permitiu, pela primeira vez, que um órgão auditor externo fizesse a vistoria de um fabricante estrangeiro.

A ação integra um programa para acelerar o processo, em parceria com agências reguladoras de Austrália, Canadá, Estados Unidos e Japão.

O projeto é apontado como uma possível saída pelo presidente da Abimed (associação da indústria produtos médicos), Carlos Goulart.

"É um processo embrionário, mas acende uma luz no fim do túnel", afirma.

Três certificações já foram feitas dentro do programa e outras 81 estão sob análise de órgãos auditores externos.

 

Fonte: Folha de São Paulo


Associados