Pesquisar

ALANAC - Notícias do Setor

Contraceptivos crescem menos que mercado de medicamentos em geral

30 de Outubro de 2014

O segmento de contraceptivos avança em ritmo mais lento que o do mercado de medicamentos em geral.
 
Enquanto a venda dos anticoncepcionais cresceu 9,5% em valores nos últimos 13 meses, o setor de remédios registrou incremento de 13%.
 
Quando se considera a comercialização em unidades, os números são 4,7% e 8,4%, respectivamente.
 
"A indústria farmacêutica tem se expandido mais por causa dos genéricos. Como há poucos genéricos no segmento de contraceptivos, ele acaba tendo uma alta menor", diz o presidente do Sindusfarma (Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo), Nelson Mussolini.
 
"Mas os anticoncepcionais são importantes para o setor e crescem dentro da média dos produtos de marca."
 
Para impulsionar a venda desses medicamentos, os laboratórios investem na propaganda médica, pois o comércio costuma ser realizado com prescrição.
 
Segundo o executivo, as vendas para o governo não são muito representativas hoje. "Seria diferente caso houvesse algum controle de natalidade, mas o governo não faz ações desse tipo até por causa da Igreja Católica."
 
Entre setembro de 2013 e setembro de 2014, foram vendidos no país R$ 2,3 bilhões em anticoncepcionais -3,6% do movimentado por medicamentos no período.
 
Fonte: Folha de São Paulo


Associados