Pesquisar

ALANAC - Notícias do Setor

Comissão debate número de atendimentos ao consumidor em recalls

20 de Outubro de 2015

* Henrique Tada representará a ALANAC neste debate.
 
O número de atendimentos das campanhas de chamamento (recalls) será tema de audiência pública nesta quarta-feira (21) na Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados.
 
A deputada Maria Helena (PSB-RR) solicitou o encontro para promover o debate sobre os mecanismos de atendimento ao consumidor nas campanhas de chamamento, a melhoria dos seus índices e a segurança de produtos e serviços no país.
 
Maria Helena explica que a Secretaria Nacional do Consumidor, do Ministério da Justiça, divulgou o “Boletim Saúde e Segurança do Consumidor 2015”, que faz o levantamento de todos os recalls, bem como os índices de atendimento das campanhas dos anos de 2013 e 2014. “Observa-se o crescente índice de campanhas de chamamento realizadas no decorrer dos últimos anos, bem como sua maior diversificação. Entretanto, o índice de atendimento, que representa o percentual de consumidores já atendidos, apresentam baixos índices, principalmente aqueles referentes a veículos, alimentos, brinquedos e medicamentos”, lamenta.
 
Foram convidados para a audiência:
 
- presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (ANFAVEA), Luiz Moan Yabíku Junior;
 
- presidente da Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos (ABRINQ), Synésio Batista da Costa;
 
- diretor-executivo da Associação dos Laboratórios Farmacêuticos Nacionais (ALANAC), Henrique Uchió Tada;
 
- presidente-executivo da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (INTERFARMA), Antônio Britto;
 
- representante da Associação Brasileira das Indústrias de Alimentação (ABIA), Cassia Bianca Lebrão Cavalari Ferreira;
 
- coordenadora-executiva do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC), Elici Maria Checchin Bueno; e
 
- coordenador geral de Consultoria Técnica e Processos Administrativos do Departamento de Proteção de Defesa do Consumidor (DPDC), Kleber José Trinta Moreira e Lopes.
 
O debate será às 14 horas, em plenário a definir.
 
Fonte: Agência Câmara Notícias


Associados