Pesquisar

ALANAC - Notícias do Setor

DistribuiĆ§Ć£o de medicamentos cresce 18% no semestre

31 de Agosto de 2015

 
Enquanto a maioria dos segmentos econômicos do país amarga retrações, o de distribuição de produtos farmacêuticos pode até comemorar. O faturamento das empresas do setor avançou 18% no primeiro semestre na comparação com o mesmo período do ano passado.
 
As vendas atingiram R$ 6,63 bilhões nos seis primeiros meses de 2015. Em unidades, foram 403 milhões, o que representa elevação de 12%, segundo dados da Abradilan (associação que reúne as distribuidoras).
 
"O setor sente reflexo da crise, mas não tanto quanto os demais. As pessoas só deixam de comprar medicamentos em último caso", diz o diretor-executivo da entidade, Geraldo Cardoso Monteiro.
 
Prova de que o segmento também sofre com o freio na economia é o ritmo de expansão em anos anteriores. A média no primeiro semestre costumava ficar entre 20% e 25%, chegando a 30% algumas vezes, segundo a entidade.
 
Os próximos meses devem ser de desaceleração e a estimativa do setor é encerrar 2015 com uma alta de 13% a 15% no faturamento.
 
"Muita gente dispensada no primeiro semestre ainda tinha seguro-desemprego. Agora, não terão mais. Os demitidos deixam de ter plano de saúde e de ir ao médico com frequência, reduzindo o consumo de medicamentos", afirma Monteiro.
 
As 140 empresas associadas à entidade empregam hoje cerca de 11 mil pessoas. "Por enquanto, não temos percebido queda."
 
Fonte: Folha de São Paulo


Associados