Pesquisar

ALANAC - Notícias do Setor

Parada Cardíaca

17 de Agosto de 2015

A Medtronic do Brasil, que produz dispositivos médicos, notou aumento na taxa de inadimplência dos clientes, diz o presidente da empresa Oscar Porto.
 
Trata-se de uma consequência da demora no repasse de verbas do governo federal para hospitais que atendem pelo SUS, afirma o executivo da empresa, que teve faturamento global de US$ 7 bilhões (R$ 24 bilhões) nos primeiros quatro meses deste ano.
 
Além disso, a falta de novas licitações também preocupa. "Nas minhas contas, a partir de outubro não vai haverá mais demanda interna", afirma.
 
O consolo, diz, é que o setor de saúde costuma sair rapidamente de crises.
 
Fonte: Folha de São Paulo


Associados